sábado, 30 de maio de 2009

Chama, menina

Voa, mas não vá embora,
Não me deixe aqui sozinha.
Volte, mariposa! Não deixe a pobre menina.

Ela voou, fugiu.
Caiu e a fez cair.
Foi embora e agora?
O que tenho sob a luz da lamparina?

Dança, Chama.
Dança e queima a alma da menina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Existem pessoas